Extrato Poético: Antonio Cicero

Guardar

Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.
Em cofre não se guarda coisa alguma.
Em cofre perde-se a coisa à vista.

Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por
admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.

Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por
ela, isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela,
isto é, estar por ela ou ser por ela.

Por isso melhor se guarda o vôo de um pássaro
Do que um pássaro sem vôos.

Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica,
por isso se declara e declama um poema:
Para guardá-lo:
Para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:
Guarde o que quer que guarda um poema:
Por isso o lance do poema:
Por guardar-se o que se quer guardar.

Antonio Cicero in ‘Guardar’ (Editora Record)

Anúncios

Literafilia: Sobre Julgar Livro Pela Capa

Em uma cultura em que o recurso visual muitas vezes se sobressai ao conteúdo, a capa, enquanto embalagem do livro, tem uma importância crucial no processo editorial, servindo de guia do que será encontrado no interior de tal suporte ou constituindo seu principal meio de propaganda. Ela geralmente é construída tendo em vista a sedução dos leitores, podendo apresentar, além do título, nome do autor e indicação da editora, alguma referência sutil ou explícita ao escrito que protege. Esse elemento, todavia, não traduz completamente o conteúdo impresso, podendo gerar experiências frustrantes ou grandes mal-entendidos.

(mais…)

#88 Ferrugem

Título: Ferrugem

Autor: Marcelo Moutinho

Primeira publicação: 2017

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“[…] embora diferentes, algumas coisas continuam.”

(mais…)

#86 Céus e Terra

Título: Céus e Terra

Autor: Franklin Carvalho

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“No céu, somos como Deus, e vemos a gema dentro do ovo.”

(mais…)

#84 Valsa Para Bruno Stein

Título: Valsa Para Bruno Stein

Autor: Charles Kiefer

Primeira publicação: 1986

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“O pecado, compreendia agora, estava dentro dele, deitava raízes, alastrava-se pelos dutos da alma.”

(mais…)

#77 Não Tive Nenhum Prazer Em Conhecê-los

Título: Não Tive Nenhum Prazer Em Conhecê-los

Autor: Evandro Affonso Ferreira

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“Posso dizer que fui apenas alguns parênteses neste longo texto cujo nome é vida.”

(mais…)

#76 Cravos

Título: Cravos

Autor: Julia Wähmann

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“Não é simples encontrar lugar para existências tão grandes.”

(mais…)

#73 Até Você Saber Quem É

Título: Até Você Saber Quem É

Autor: Diogo Rosas G.

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“A inteligência, a sensibilidade e a espiritualidade de Satã são sempre exatamente proporcionais à inteligência, à sensibilidade e à espiritualidade do indivíduo sobre quem ele está trabalhando.”

(mais…)

#72 Entropia

Título: Entropia

Autor: Alexandre Marques Rodrigues

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

 “Gozar, como morrer, ela disse, didaticamente, é um processo irreversível.”

(mais…)

Extrato Poético: Carlos Drummond de Andrade

Congresso Internacional do Medo

Provisoriamente não cantaremos o amor,
que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos.
Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,
não cantaremos o ódio porque esse não existe,
existe apenas o medo, nosso pai e nosso companheiro,
o medo grande dos sertões, dos mares, dos desertos,
o medo dos soldados, o medo das mães, o medo das igrejas,
cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos democratas,
cantaremos o medo da morte e o medo de depois da morte,
depois morreremos de medo
e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas e medrosas.

Carlos Drummond de Andrade in ‘Sentimento do Mundo’ (Editora Record)

#71 Nunca o Nome do Menino

Título: Nunca o Nome do Menino

Autor: Estevão Azevedo

Primeira publicação: 2008

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

 “Qual foi meu primeiro parágrafo?”

(mais…)

#66 Welcome to Copacabana & Outras Histórias

Título: Welcome to Copacabana & Outras Histórias

Autor: Edney Silvestre

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

Welcome ao bairro das mijonas, dos shows gratuitos com bandas de roqueiros idosos, das micheteras, dos ladrões de celulares, dos pivetes, dos desocupados, dos camelôs, dos mendigos, dos catadores, dos aposentados, das multidões diurnas pelas ruas formigantes, das viúvas e dos réveillons superlotados como o desta noite.”

(mais…)

#60 O Fim de Tudo

Título: O Fim de Tudo

Autor: Luiz Vilela

Primeira publicação: 1973

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“Nada mais restava do que era bom naquele tempo.”

(mais…)

#59 Grito

Título: Grito

Autor: Godofredo de Oliveira Neto

Primeira publicação: 2016

Modalidade: Ficção

Minha Edição: Editora Record

“O grito funciona como a campainha anunciando o início do espetáculo.”

(mais…)

#51 Alguma Poesia

Título: Alguma Poesia

Autor: Carlos Drummond de Andrade

Primeira publicação: 1930

Modalidade: Poesia

Minha Edição: Editora Record

“Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser
gauche na vida.”

(mais…)